21/09/2008

PLANTÃO >> Figueirense 3 X 4 Cruzeiro

por Emanoel Ferreira

Contando com uma excelente atuação da nova dupla de ataque – Guilherme e Thiago Ribeiro – , o Cruzeiro obteve uma importantíssima vitória neste domingo, no Sul do país. Com dois gols de Guilherme, um de Thiago Ribeiro e outro de Henrique, o time de Adílson Batista bateu o Figueirense por 4 a 3, no Orlando Scarpelli, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Figueira foram marcados por Bruno Santos, Ramon e Diogo.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 46 pontos e segue mais vivo que nunca na briga pelo título do Brasileirão. Isso porque o líder, Grêmio, empata com o Atlético-PR, em Curitiba, por 0 a 0 (jogo nos minutos finais). Com isso, a diferença entre as duas equipes pode cair para apenas quatro pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro tem um difícil compromisso contra o atual bicampeão brasileiro, São Paulo, no Morumbi. A partida promete muito, já que as duas equipes brigam na parte de cima da tabela. Já o Figueirense encara outro mineiro, o Atlético, em Belo Horizonte.

O jogo

O jogo começou lento, com as duas equipes se limitando a trocar passes no meio-campo, com pouca objetividade. O primeiro lance de perigo aconteceu aos seis minutos, depois que Alex Cazumba recebeu livre na direita e cruzou forte. O atacante Bruno Soares tentou completar de letra, mas pegou mal na bola, facilitando para a defesa cruzeirense.

O lance do Figueira serviu para acordar o time de Adílson Batista. Aos 8 minutos, Thiago Ribeiro fez ótima jogada pela esquerda, se livrou de dois marcadores e cruzou rasteiro. A bola passou pelo goleiro Wilson, mas a zaga tirou antes que Guilherme emendasse para as redes.

Quatro minutos mais tarde a nova dupla de ataque celeste começou a mostrar serviço. Guilherme acertou um lindo passe para Thiago Ribeiro que, quase na pequena área, chutou para grande defesa de Wilson. O Cruzeiro continuou em cima e não demorou muito para abrir o marcador.

Aos 13, Guilherme encontrou Wagner, que invadiu a área adversária e bateu cruzado, de perna direita. O goleiro do Figueirense não conseguiu segurar firme e Guilherme completou para as redes. Foi o 14º gol do atacante no Campeonato Brasileiro.

Depois do primeiro gol, o Cruzeiro tirou o pé do acelerador e o Figueirense agradeceu. Aos 25, Diogo avançou pela direita e cruzou para Bruno Santos. O atacante aplicou um lindo drible em Jonathan, que caiu sentado, e bateu no canto direito do goleiro Fábio.

Não deu nem tempo de comemorar. Aos 28, escanteio para o Cruzeiro pela esquerda. Wagner cobrou na primeira trave, a zaga aliviou mal e o volante Henrique bateu forte, sem chances para Wilson. Dois minutos depois o time da Toca desperdiçou ótima chance para ampliar. Thiago Ribeiro recebeu lançamento pela direita e driblou Wilson, mas bateu por cima do gol.

O jogo continuava eletrizante e o Figueirense voltou a igualar o marcador aos 36. Após bom cruzamento da esquerda, Ramon cabeceou fraco, no chão. O goleiro Fábio se atrapalhou no lance a acabou aceitando.

A última chance do primeiro tempo foi do Cruzeiro. Após bola alçada na área do Figueira, Henrique ajeitou de cabeça e Guilherme, na pequena área, isolou por cima do gol, desperdiçando excelente oportunidade.

Segundo tempo

Nem o intervalo foi suficiente para esfriar o ânimo das duas equipes. Aos dois minutos, o Figueirense perdeu uma chance incrível de virar o jogo. Bruno Santos recebeu lançamento e tentou driblar Fábio. O goleiro celeste conseguiu tocar na bola, que sobrou limpa para Ramon. Sozinho, o meia conseguiu o mais difícil e bateu para fora.

Aos 13, o time da casa foi recompensado pela disposição. Após bate-rebate na entrada da área, a bola sobrou limpa para Diogo que, de primeira, bateu no canto direito de Fábio: 3 a 2 Figueira.

Logo no minuto seguinte o Cruzeiro voltou a perder grande chance. Guilherme recebeu ótimo lançamento pela direita, invadiu a área e bateu rasteiro. Wilson fez uma espetacular defesa com o pé direito.

Aos 23, nova igualdade no marcador. Maurinho acertou um lindo passe para Camilo, que tocou para Thiago Ribeiro. O atacante teve tranqüilidade para driblar um marcador e bater firme no canto esquerdo de Wilson.

O empate não bastava para o time celeste, que continuou criando boas chances. Aos 33, a dupla de ataque voltou a dar mostras que ainda pode dar muitas alegrias ao torcedor cruzeirense. Marquinho Paraná avançou pela direita e cruzou para Thiago Ribeiro, que bateu cruzado. Pela segunda vez no jogo, o goleiro Wilson rebateu mal e a bola sobrou para Guilherme, que marcou seu segundo gol, selando a vitória.


Nenhum comentário:

A COLUNA PALAVRA DO AUTOR É UMA POSTAGEM PERIÓDICA ONDE O CRIADOR DO CRUZEIRO NEWS (EMANOEL FERREIRA) EXPRESSA SUAS OPINIÕES.
FALA COM ELE: emanoelferreira@ymail.com

BLOGS QUE INDICAMOS: