25/10/2008

PLANTÃO >> Atlético PR 1 X 0 Cruzeiro

por Emanoel Ferreira

Após revés, time permite aproximação dos rivais e briga pelo título fica ainda mais embolada

Depois de três vitórias seguidas, o Cruzeiro voltou a ser derrotado no Campeonato Brasileiro e ficou mais longe do líder Grêmio, ao perder para o Atlético-PR, na Arena da Baixada, por 1 a 0.

Dos cinco times que ainda brigam pela taça, a Raposa se juntou ao Palmeiras no revés e viu São Paulo, Grêmio e Flamengo vencerem seus compromissos.

Em terceiro lugar na tabela, o Cruzeiro tem agora a companhia do Verdão e do Rubro-Negro carioca, que também somam 55 pontos, mas perdem nos critérios de desempate.

O jogo


O Cruzeiro pisou o gramado da Arena da Baixada com a boa notícia de que um de seus rivais na briga pela taça, o Palmeiras, tinha caído no Maracanã, minutos antes, ao ser derrotado pelo Fluminense, por 3 a 0. Adílson Batista optou por manter Fernandinho no meio e Carlinhos na lateral-esquerda. Wagner e Jadílson começaram no banco.

Com a formação inicial que tinha derrotado o Atlético, no clássico da 30ª rodada, a Raposa consegui agir pela primeira vez aos nove minutos. Guilherme recebeu dentro da área e acionou Ramires. O volante conclui rápido, num chute cruzado, e mandou a bola rente à trave direita de Galatto, assustando os paranaenses.

A primeira boa intervenção dos donos da casa surgiu aos 18 minutos. Ferreira escapou com velocidade pelo meio e foi derrubado na risca da grande área por Thiago Heleno. Como era o último homem celeste, o zagueiro foi expulso da partida. Na cobrança, ainda mais perigosa por causa do gramado encharcado, Renan bateu bem e Fábio fez boa defesa.

Fora de seus domínios, o time estrelado tentava impor seu jogo, mas o ritmo era lento. Aos 24, a equipe criou outra boa chance para mexer no placar, desta vez com Carlinhos. O lateral chegou pela esquerda e arrematou de longe, muito perto do travessão.

As condições do gramado da Arena eram péssimas, devido à chuva, e causaram duas baixas no time de Geninho. Geílson e Renan deixaram o campo contundidos para as entradas de Pedro Oldoni e Gabriel.

As duas equipes tinham muitas dificuldades para criar e o jogo era fraco tecnicamente. Aos 41 minutos, Jonathan recebeu pela direita e tentou achar Ramires dentro da área, mas o volante não alcançou a bola, que foi interceptada pela zaga. A resposta do Furacão foi parecida. Pedro Oldoni cruzou, também pela direita, mas Moura não chegou na bola.

Segundo tempo

O Cruzeiro voltou para a segunda etapa com uma modificação. Carlinhos deixou a equipe para a entrada de Léo Fortunato, recompondo a zaga com Espinoza, já que Thiago Heleno tinha sido expulso aos 19 minutos de jogo. Do outro lado, Geninho manteve os 11 que encerraram o primeiro tempo.

Desesperado na briga contra o rebaixamento, o Furacão conseguiu alterar o placar aos nove minutos. Após uma cobrança de falta, a bola foi alçada na área estrelada e Antônio Carlos cabeceou. Fábio defendeu, mas não segurou firme e o rebote sobrou limpo para Rafael Moura tocar de pé direito para as redes: 1 a 0 na Arena da Baixada.

Após o golpe no marcador, Adílson Batista mexeu na equipe mais uma vez: sacou Thiago Ribeiro e promoveu a entrada de Wagner. Aos 18 minutos, o Cruzeiro tentou espantar o revés. Marquinhos Paraná escapou dos defensores e chutou forte, de fora da área, mas Galatto, bem colocado, segurou fácil.

Os paranaenses retrucaram com perigo e ineficiência. Aos 31 minutos, Rafael Moura deu um passe com açúcar para Ferreira. Ele avançou e acionou Pedro Oldoni, que desperdiçou uma chance incrível de ampliar a contagem sobre os mineiros.

Restando menos de 13 minutos para o final do duelo, o treinador do Cruzeiro resolveu dar mais ofensividade ao time. Sacou Jonathan e mandou Wanderley para o gramado.

Aos 38 minutos, a Raposa conseguiu uma boa trama. Wagner tocou para Guilherme, que arrematou no peito e chutou. Galatto se antecipou e ficou com a bola. Antes do apito final, o Furacão também teve mais uma chance, mas Fábio espalmou o perigo.

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara o Goiás no Serra Dourada, em busca de reabilitação.

Nenhum comentário:

A COLUNA PALAVRA DO AUTOR É UMA POSTAGEM PERIÓDICA ONDE O CRIADOR DO CRUZEIRO NEWS (EMANOEL FERREIRA) EXPRESSA SUAS OPINIÕES.
FALA COM ELE: emanoelferreira@ymail.com

BLOGS QUE INDICAMOS: